Prefeito de Piúma tem recurso negado pelo TJES e continua afastado

O prefeito Ricardo Costa tinha como certo o seu retorno hoje dia 15 de janeiro a prefeitura de Piúma. Entretanto seu pedido foi negado e ele impetrou novo agravo na justiça. Observadores políticos acham difícil o Tribunal de Justiça conceder ao prefeito seu retorno, embora não se tenha provado nada contra ele, disse o MP.

janeiro 15, 2020 in CidadesDestaquesVITÓRIA ESCompartilharTwittarCompartilharFonte – Site Maratimba

Prefeito de Piúma tem recurso negado
Prefeito de Piúma tem recurso negado

O prefeito (afastado) de Piúma José Ricardo Costa teve seu recurso negado pelo Tribunal de Justiça do Espírito Santo. O Professor Ricardo como é conhecido continuará afastado. Seu retorno estava previsto para hoje 15/01, mas os advogados da vice prefeita Marta Scherrer entraram com pedido no Ministério Público requerendo a manutenção do afastamento do ex prefeito Ricardo Costa.

Veja como foi a votação no TJES

Por unanimidade, os desembargadores, Fernando Zardini Antônio, Adalto Dias Tristão e Ezequiel Turibio do Tribunal de Justiça negaram o agravo regimental impetrado pelo prefeito de Piúma, Professor José Ricardo Costa que solicitava a volta a administração antes do prazo de afastamento de 90 dias.

Com a decisão Marta Scherrer, continua a frente da Prefeitura de Piúma.

De acordo com o advogado do prefeito, José Peres de Araújo quarta-feira passada iniciou o julgamento do agravo. E na tarde desta quarta, 11 fio julgado o pedido e negado.

Prefeito de Piúma tem recurso negado

Salientou o advogado que os desembargadores entenderam que o Ministério Público do Espírito Santo pediu 180 dias de afastamento. O Tribunal no entanto concedeu apenas 90 dias e estes devem ser cumpridos, uma vez que faltam apenas 30 dias para o prazo final.

Contudo em Piúma o assunto principal desta quarta era a volta do professor Ricardo ao comando da Prefeitura, pois muitos acreditavam que ele estaria de volta, porém o TJES não concedeu a solicitação de Ricardo.

O prefeito Ricardo Costa tinha como certo o seu retorno hoje dia 15 de janeiro a prefeitura de Piúma. Entretanto seu pedido foi negado e ele impetrou novo agravo na justiça. Observadores políticos acham difícil o Tribunal de Justiça conceder ao prefeito seu retorno, embora não se tenha provado nada contra ele, disse o MP.

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Fechar Menu