Mãe de Isabella Nardoni dá à luz uma garota em São Paulo – do site METRÓPOLES DF

BRASIL

Maria Fernanda é filha de Ana Carolina Oliveira com o administrador Vinícius Francomano.

Na opinião da maioria da população de São Paulo e do Brasil, a assassina Ana Carolina deveria ter permanecido na cadeia mais tempo.

reprodução/ instagram

REPRODUÇÃO/ INSTAGRAM

RAFAEL CAMPOS rafael.campos@metropoles.com

26/02/2020 22:20,ATUALIZADO 26/02/2020 22:47

A mãe de Isabella Nardoni, Ana Carolina Oliveira, deu à luz uma menina nesta quarta-feira (26/02/2020). Batizada de Maria Fernanda, a criança nasceu no Hospital e Maternidade São Luiz, na cidade de São Paulo. Ela é filha de Ana Carolina com o administrador Vinícius Francomano. A garota é a segunda filha do casal: eles também são pais de Miguel, de três anos.

6/6

Alexandre Nardoni, pai de Isabella, e Anna Carolina Jatobá, madrasta, foram condenados pela morte da filha dele, na época com cinco anos

1/6

Ana Carolina Oliveira e Isabella Nardoni 

2/6

Ana Carolina refez a vida após a tragédia

3/6

Isabella tinha 5 anos

4/6

Isabella Nardoni

5/6

Caso Isabella Nardoni – Em março de 2008, Isabella Nardoni, de 5 anos, morreu após ser jogada do sexto andar de um prédio na Zona Norte de São Paulo. A menina estava sob os cuidados do pai, com quem ficava a cada duas semanas. Na mesma noite, a polícia descartou a hipótese de acidente: a tela de proteção da janela havia sido cortada. Seu pai, Alexandre Nardoni, e a madrasta, Anna Carolina Jatobá, foram condenados pela morte e estão presos, mas continuam alegando inocência. O casal afirmou que havia ido ao mercado com as crianças, conforme foi comprovado pelas câmeras de segurança do local, e ao retornarem, Alexandre subiu primeiro com Isabella, que havia dormido no carro. Ele a colocou na cama, trancou a porta do apartamento e desceu novamente para buscar os outros filhos, que aguardavam dentro do veícuki com a mãe. Disse que não havia nada de anormal no apartamento. Ao subir de novo, pai e madrasta viram que Isabella não estava na cama. Foi quando perceberam que a tela de de um outro cômodo estava cortada e que a menina havia caído. Segundo Alexandre, alguém que tinha uma cópia da chave entrou no apartamento no momento em que ele se ausentou. Dois dias depois, a polícia afirmou que gotas de sangue foram encontradas pelo apartamento. Segundo laudo preliminar feito do IML, a menina foi estrangulada antes de ser jogada pela janela. Depois, peritos concluíram que Isabella, além de sufocada, também sofreu agressões antes de ser lançadaReprodução

6/6

Alexandre Nardoni, pai de Isabella, e Anna Carolina Jatobá, madrasta, foram condenados pela morte da filha dele, na época com cinco anos

1/6

Ana Carolina Oliveira e Isabella Nardoni 

Relembre o caso

A menina Isabella Nardoni, de 5 anos, foi jogada da janela do 6º andar de um prédio em São Paulo em março de 2008. A garota, que chegou a ser socorrida, mas não resistiu, estava com o pai Alexandre Nardoni e com a madrasta Anna Carolina Jatobá.

À época, os dois afirmaram que uma pessoa tinha entrado no apartamento e jogado Isabella pela janela. No entanto, após as investigações, a Polícia Civil constatou que Isabella foi espancada e esganada pela madrasta, antes do pai jogá-la pela janela.

No dia do crime, a família foi junta até o mercado. A perícia também constatou que Alexandre Nardoni bateu na menina ainda dentro do carro, quando estavam voltando para casa.

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Fechar Menu